Trabalhos 2016

Escola EB 2,3/S de Tarouca Dr. José Leite Vasconcelos (Tarouca)

Escalão 1 - jardins de infância e escolas de 1º ciclo

Fotografias:

Recorte das embalagens mantendo o  pormenor da marca Tetra Pak “PROTEGE O QUE É BOM” e símbolo do FSC®.
Colagem dos pedaços das embalagens na bola saltitão
Construção da laranja.
Pormenor da marca Tetra Pak “PROTEGE O QUE É BOM” e símbolo do FSC®.na laranja.
A laranja concluída até apetece beber o sumo dela com a palhinha
A laranja é redonda como a bola.

Memória Descritiva:

Desafiados pelo concurso Cria uma fruta, Colhe prémios A educadora propôs construir um fruto depois do diálogo com as crianças chegaram à conclusão que poderiam fazer uma laranja utilizando embalagens da Tetra Pak da compal. Reutilizando este material em vez de o colocar já no ecoponto amarelo.
Intervenientes: 20 crianças, a maioria com 3 anos duas crianças com necessidades educativas especiais e 5 de 5 anos da turma 2 do jardim de Infância do Castanheiro do Ouro do Agrupamento de escolas Dr. José Leite de Vasconcelos de Tarouca, Educadora de Infância Carminda Lagareiro, assistente operacional, pais e encarregados de educação
Material: embalagens Tetra Pak da compal, cola quente, agrafos, tesouras, bola saltitão.
Estrutura – Foi reutilizada uma bola saltitão que se encontrava na arrecadação já estragada sem utilização.
Metodologia
Foi feita a divulgação do concurso e a respetiva recolha de materiais, pelas crianças e restante comunidade escolar.
Utilizou-se uma metodologia ativa. Começou-se por abrir as embalagens e cortá-las em bocados grandes tendo o cuidado de deixar o pormenor da marca Tetra Pak “PROTEGE O QUE É BOM” e símbolo do FSC®. De seguida foram-se colando os pedaços das embalagens como de um puzzle se trata-se até cobrir completamente a bola saltitão. Redonda como uma laranja faltava a folha que foi agrafada ao seu pé, este foi aproveitado de uma haste da bola. A outra haste serviu para colocar uma palhinha, feita também com as embalagens.
Após a conclusão da laranja foi colocada junto de uma árvore à entrada do Jardim e irá ficar exposta para a sensibilização da comunidade educativa para a reutilização de materiais:
“Na hora de separar com o eco amarelo deves contar”.
“ Sumo de laranja compal é mesmo natural”