Trabalhos 2016

Escola EBI/JI Frei Manuel Cardoso (Fronteira)

Escalão 1 - jardins de infância e escolas de 1º ciclo

Fotografias:

Primeira etapa de construção do ananás. <br/>Aplicação da cola na garrafa de plástico para dar forma ao ananás.
Corte de elementos para a construção do figo da índia.
Elementos que vão compor a palma do figo da índia.
Composição de frutos.
Ananás
Palma do figo da índia
Banana
Laranja
Ameixa

Memória Descritiva:

O Agrupamento de Escolas de Fronteira construiu uma composição de frutos, num trabalho colaborativo entre as diferentes turmas de pré-escolar e 1º ciclo, num total de 93 alunos.
Materiais utilizados
• embalagens de cartão TetraPak da Compal
• 1 garrafa de água de plástico vazia
• papel de cozinha
• cartão
• tinta vermelha
• cola branca e cola quente
• esferovite
• palitos
• tubo de cartão
• pedaços de rolha de cortiça
• arame
Metodologias
• trabalho colaborativo/grupo
• trabalho de pesquisa
Após a apresentação da Atividade/ Passatempo aos alunos, o fruto que cada turma construi foi escolhido pela maioria, indo ao encontro dos frutos do seu agrado. No caso do figo da índia, este é um exemplo de fruto que está em desenvolvimento na região do Alentejo.
O ananás foi construído uma base com uma garrafa de água, papel de cozinha e cola branca, para dar a forma ao fruto. Seguidamente os alunos recortaram os moldes e iniciou-se a colagem das peças na estrutura anteriormente elaborada com a garrafa.
O figo da índia resultou de um corte de uma folha de figueira da índia, em esferovite, posteriormente foi feita a separação das cores de tons verdes dos alaranjados e a colagem de fragmentos de tom verde na folha. A folha da figueira da índia assentou numa base com tubo de cartão. Posteriormente foi feita a colagem dos fragmentos de tons alaranjados nas garrafas de Compal Essencial , recriando assim o figo da índia). Os palitos representam os picos da folha e os pequenos pontos dourados nas garrafinhas representam os picos do figo da índia.
A laranja foi construída a partir de uma base com um arame. A casca de laranja foi picotada a partir das embalagens Tetrapak. Foram sendo fixas as diferentes peças, dando assim origem à forma da laranja.
A banana resultou do corte de várias tiras de embalagens Compal, que foram coladas num cartão que lhe deu a forma.
As ameixas resultaram de um picotado de vários círculos que foram colados ao arame que uniu a base e o topo do fruto, apoiado num pedaço de cortiça. Algumas dos círculos foram coloridos com tinta vermelha, o mais aproximado possível da cor da ameixa.
Por fim, foi feita uma pesquisa individual de informação sobre o fruto, que foi compilada, organizada e escrita em sala de aula, sob a forma de texto coletivo, com a orientação das professoras.
Descrição dos frutos:
O ananás tem origem nas regiões subtropicais e tropicais. As primeiras referências remontam ao ano de 1555, no Brasil. Porém, só 200 anos mais tarde é que foi trazido para a Europa.
Já nessa altura, os nativos acreditavam que o ananás possuía propriedades terapêuticas e usavam o seu sumo para auxiliar a digestão e manter a pele limpa.
Os guerreiros aplicavam preparados de fruto sobre as feridas e usavam as folhas como ligaduras.
O figo da índia é originário do México. Rico em açúcar e com considerável quantidade de potássio, magnésio, cálcio e vitaminas A, B1, B2 e C. A planta é utilizada no fabrico de alguns produtos farmacêuticos indicados para o tratamento de doenças urinárias, das vias respiratórias e como diurético.
A origem da banana é originária do Sudeste Asiático, de regiões da Malásia, Indonésia e Filipinas, onde muitas bananeiras selvagens ainda crescem. A banana é uma fruta rica em fibra, potássio e vitaminas C e A. Este fruto promove energia e possui muitos benefícios no nosso organismo. Possui também grande quantidade de vitaminas B1, B2, B6 e B12, além de magnésio, cálcio, ferro e ácido fólico. Contém 3 tipos de açúcares naturais: sacarose, frutose e glicose. Esses açúcares combinados com a fibra da banana dão nos grande quantidade de energia.
A laranja é originária da Índia, é uma fruta cítrica com sabor variando do doce para o levemente azedo.
É um fruto rico em sais minerais como, por exemplo o fósforo, o cálcio e ferro.
Além dos sais minerais, a laranja é rica em vitamina C, possuindo também uma boa quantidade de vitaminas A e do complexo B. É uma fruta pouco calórica.
A ameixa tem origem na Ásia Menor. Trata-se de um fruto muito antigo. O fruto de ameixa encontra-se disseminado em várias partes do mundo.
A fruta de ameixa possui formato arredondado e com um caroço pontiagudo. Sobre a coloração, o fruto apresenta uma casca que varia entre a cor violeta e a preta, mas que a depender do grau de maturação pode ser mais próxima do vermelho.
As Ameixas contem uma grande variedade de componentes saudáveis, tais como vitaminas e minerais. Vitamina A, Vitamina C, Vitamina K , vitamina, vitamina B2, vitamina B3, vitamina B6 e vitamina E. Além disso, os minerais presentes nas ameixas incluem potássio, flúor, fósforo, magnésio, ferro, cálcio e zinco.
Modo de produção:
O ananás é cultivado a temperaturas entre os 22 e os 24 graus, por vezes em estufas.
Propaga-se por estacas e prefere o calor.
O figo da índia é um fruto selvagem que só há pouco tempo é que começou a ser cultivado no nosso país.
Os pomares de laranjeiras em Portugal predominam em grande número no Algarve. Os pomares são regados em todas as fases do desenvolvimento das laranjas.
A ameixa é uma fruta que não grande procura no mercado português. A produção é feita em pomar, e é nos climas temperados que maior produção existe.
A bananeira cultiva-se em sistema de pomar. Esta propaga-se através dos seus rebentos. No final de cada colheita a bananeira é cortada.
Benefícios nutricionais dos frutos
• Tem um elevado teor em água.
• Tem baixo valor calórico, com quantidades baixas de proteínas e lípidos
• Tem grande riqueza de vitaminas e minerais
• Podem ser consumidos em todo o mundo sob a forma de fruta, compotas e sumos.
• No caso do figo, algumas das suas componentes são utilizadas na indústria farmacêutica.